Como uma cultura descentralizada de aprendizagem pode transformar o seu negócio?

Quando você pensa em inovação, o que vem à sua cabeça? Talvez os primeiros termos que surjam sejam disrupção, tecnologia ou empreendedorismo, certo? E se fizermos um novo recorte e localizarmos a inovação dentro da sua organização? Nesse contexto, talvez você pense em mudanças de processos, criação de novos produtos ou serviços e entregas aos clientes. Para os autores Joe Tidd e John Bessant, em “Gestão da Inovação”, “inovação tem a ver, essencialmente, com aprendizagem e mudança”.

Rede Centralizada, Rede Descentralizada e Rede Distribuída

Mudança de foco na aprendizagem corporativa

O convite de mudança de perspectiva e foco de aprendizagem produz ganhos e benefícios a toda a cadeia de valor da organização: do aprendiz à liderança, do RH aos acionistas. A partir dessa ressignificação e ampliação de olhar, quando passamos a enxergar a aprendizagem como uma rede descentralizada, deixa de ser vista apenas como processo de desenvolvimento individual de profissionais e passa a ser percebida como processo organizacional estratégico, feito por muitos para atender a muitos. Esse modelo democratiza o poder sobre ato de ensinar e apoia o achatamento das hierarquias, uma vez que a comunicação deixa de acontecer em uma via de mão única no sentido empresa — indivíduo e passa a promover relações mais horizontais, em que qualquer pessoa pode se tornar facilitadora de aprendizagem a partir do seu repertório.

Design de Aprendizagem Corporativa para transformação

Boas experiências de aprendizagem, no entanto, não acontecem por acaso. Elas precisam ser projetadas por pessoas que selecionem e combinem conhecimentos nas áreas ou competências fim, apoiadas por métodos de aprendizagem combinada, experiencial e andragógica.